O maior portal esportivo de Araxá e região!!!
Friday February 26th 2021

Vai começar mais uma etapa da CIMTB

Principais atletas do Brasil e do mundo estão confirmados. Evento acontece entre 5 e 8 de março

A etapa que abre a temporada da competição acontece entre os dias 5 e 8 de março e reúne atletas de diversas partes do mundo. Dois campeões mundiais estão confirmados, Henrique Avancini e Leonardo Paez, além deles os melhores atletas de mountain bike do Brasil e de diversos países como Sérvia, Portugal, Chile, Argentina, Uruguai, Colômbia, dentre outros. Este ano, o evento oferece Maratona e XCO para mais de mais 40 categorias.

Para os não filiados que desejam pedalar o XCO, é possível se inscrever na categoria Ultra, na qual todos dão 3 voltas nos dois dias de prova: Maratona no sábado (7) e o XCO no domingo (8). Para pedalar a Copa Sense CIMTB de Maratona, o atleta pode ou não estar filiado, e tem diversas possibilidades para correr como categorias de Duplas, Peso Pesado para quem tem mais de 95 kg, Segurança Pública, Gravel ou Cyclocross, PNE e outras. Além disso, a categoria Turismo que foi criada especialmente para quem quer fazer um Passeio Ciclístico e sentir a energia da CIMTB Michelin.

Outra novidade é a categoria E-bike que passa a contar pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI). A categoria passa a ser oficial e se subdivide em E-bike PRO e E-bike MASTER para os homens e E-bike PRO para as mulheres nas quatro etapas de 2020. No caso da E-bike PRO, os atletas somam pontos para o ranking mundial da UCI e é obrigatório estar filiado em qualquer categoria no ciclismo e ter acima de 19 anos. A largada dessa categoria acontece no sábado (7) às 8h.

Dois campeões mundiais de MTB confirmam presença na CIMTB Michelin

Brasileiro Henrique Avancini e Colombiano Lonardo Paez estarão na etapa que abre a temporada da CIMTB Michelin. Evento acontece de 5 a 8 de março.

O brasileiro Henrique Avancini e o colombiano Lonardo Paez confirmaram presença para a etapa de Araxá. Avancini se consagrou campeão mundial de Maratona em 2018 e Lonardo em 2019. Os dois se preparam para encarar os quatro estágios da etapa que abre a temporada da CIMTB Michelin. O evento acontece entre os dias 5 e 8 de março.

Esta será a estreia de Lonardo na CIMTB Michelin e ele vem junto com a equipe colombiana. Além dele Fabio Castañeda que foi 2º lugar na etapa em 2019, Jhonnatan Botero e Leidy Mera marcam presença na Super Elite. Henrique Avancini é atual 2º colocado no ranking Mundial da UCI e começou a temporada com uma vitória no Circuito de Banyoles, na Espanha. Ele é campeão invicto de Araxá há seis anos.

A Super Elite abre os estágios com o Contrarrelógio na quinta-feira (5). Na sexta, é hora de encarar o Short Track (XCC), no Sábado os mais de 60 km de Maratona (XCM) e no domingo o Cross Country Olímpico (XCO).

“É algo inédito para nós. Algo que normalmente só acontece em etapas de Copa do Mundo e Campeonato Mundial. Mais uma vez Araxá faz história e se fortalece cada vez mais como uma das maiores provas do mundo e única no continente”, afirmou o organizador, Rogério Bernardes. “Teremos uma Maratona com os dois últimos campeões Mundiais da modalidade. Com certeza será uma prova espetacular”, finalizou.

Entenda a prova da Super Elite

Os atletas da Super Elite competirão em quatro estágios, ou seja, serão quatro provas para decidir o campeão da etapa de Araxá. O primeiro estágio, o Contrarrelógio ou XCT, acontece na quinta-feira (5). Nele, os atletas largam individualmente e pedalam a pista de Cross Country Olímpico (XCO) de cerca de 5 km. Ganha o atleta que fizer a volta mais rápida.

No Short Track, os competidores pedalam por 20 minutos e completam mais duas voltas na pista de 2 km. O atleta que cruzar a linha de chegada primeiro é o campeão. No sábado é dia da Maratona. A ordem de largada será de acordo com a soma dos resultados dos dois estágios anteriores. O percurso total é de mais de 60 km e terá três voltas de 20 km.

O Cross Country Olímpico (XCO) acontece no domingo e fecha a competição. A ordem de largada é de acordo com os resultados das provas anteriores. A pista tem cerca de 5 km e o número de voltas varia de 6 a 7 para os homens e de 4 a 5 para as mulheres e será decidido após o tempo do campeão da corrida de XCT. O atleta que completar a prova com o menor tempo ganha o estágio.

Ganha a etapa e leva 160 pontos para o ranking Olímpico, o competidor que fizer a menor soma dos tempos dos quatro estágios (XCT, XCC, XCM e XCO).

Atletas de diversos países competem na CIMTB Michelin em busca de pontos Olímpicos

Competidores da América e Europa vão esquentar a competição junto com os brasileiros. Evento acontece em Araxá entre os dias 5 e 8 de março

A CIMTB Michelin reúne atletas de diversos países. Nesse ano países da América Latina e Europa esquentam a competição em torno do Tauá Grande Hotel junto com os brasileiros. A etapa que acontece em Araxá entre os dias 5 e 8 de março e traz atletas de países como Colômbia, Argentina, Chile, Uruguai, Portugal, México, Sérvia e outros. Competidores da Super Elite buscam pontos para o ranking Olímpico Tóquio 2020, já que a contagem de pontos finaliza no dia 28 de maio.

Da Sérvia, Jovana Crnogorac (Bike Way Racing Team) é atualmente a 55º do ranking mundial e é a segunda vez que participa de Araxá. Ela esteve na competição em 2016 e terminou em 5º lugar na etapa. “O mais desafiador dessa corrida é que é um evento realmente grande com ótimos atletas e uma pista realmente técnica”, afirmou. Porém, Jovana mantém o foco no objetivo: os pontos para o ranking Olímpico. “Tokyo está logo ali e os atletas estão correndo ao redor do mundo para conquistarem o máximo de pontos possível para alcançarem sua meta e ir para Tóquio. Araxá é uma SHC o que significa que traz muitos pontos para os atletas, então para a gente é uma corrida muito importante. Se fizermos um bom resultado, significa que vamos trazer muitos pontos para casa o que faz a gente mais próximo do nosso objetivo”, comentou.

A colega de equipe de Jovana, Ivana Kostic, também está com a presença confirmada para Araxá. Ela também conheceu a etapa em 2016. “Em 2016, Araxá foi uma das maiores corridas que eu já tinha indo até então. A pista é muito interessante e o evento tem grandes nomes do mountain bike”, comentou.

Mas quem promete não deixar barato é a atleta Sense Factory Racing, Jaqueline Mourão. “A palavra chave desse ano é constância. Temos grandes objetivos, dentre eles a qualificação dos Jogos Olímpicos, também vamos tentar campeonato Pan-Americano e o Mundial. O calendário vai ser desafiador com pouco tempo de recuperação e as expectativas são boas. O que vai contar muito nesse primeiro semestre é ter objetivos claros e cabeça boa para enfrentar os desafios“, afirmou.

No masculino, o argentino Catriel Soto e o português David Rosa (Massi UCI Team) devem esquentar a competição junto com os brasileiros. “Penso que os principais desafios dessa competição são competitividade muito elevada, não só dos atletas brasileiros que apresentam nessa corrida com uma forma muito boa e dos atletas de outros países que também participam, como também o calor que nesta época é muito grande no Brasil e quem vem da Europa ainda não está aclimatado. No meu caso, me adapto muito bem a condições de calor elevado”, comentou David Rosa. De acordo com ele, em ano Olímpico o desafio aumenta. “Com a qualificação Olímpica e sendo uma competição SHC, certamente atletas de diversos países marcarão presença”, finalizou.

Além dos atletas internacionais, os brasileiros também estarão na luta pelos pontos olímpicos e vai ser preciso pedalar muito para alcançar o segundo melhor colocado no ranking da UCI, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) que começou o ano com a vitória em Banyoles, na Espanha. “Começar o ano com essa vitória tem um peso enorme porque a temporada olímpica geralmente faz diferença no nível dos atletas no começo da temporada. Então é como se a temporada fosse bem mais curta, os atletas fazem uma preparação mais agressiva, pensando nos cinco primeiros meses de temporada. Então, se você consegue performar bem, fazer importantes vitorias no começo do ano é um bom sinal”, afirmou.

Agora é hora de buscar os pontos da CIMTB Michelin. “É uma grande oportunidade de somar pontos e além disso acho que é uma prova que traz um nível de competitividade bastante interessante, principalmente para os atletas brasileiros, sul americanos e latino americanos. A gente tem uma situação bastante confortável para garantir duas vagas para os Jogos Olímpicos no caso do Masculino e no Feminino Araxá é uma grande oportunidade de segurar a vaga”, finalizou.

CIMTB movimenta Araxá entre os dias 5 e 8 de março

Falta poucos dias para o início da CIMTB 2020: a temporada da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) acontece entre os dias 5 e 8 de março em Araxá e traz mais de 40 categorias para todos os perfis de atletas. Além disso, o evento estreia com a Maratona e mantém o Cross Country Olímpico (XCO). As inscrições terminaram na última segunda-feira, 2 de março.

Para pedalar a Copa Sense CIMTB de Maratona, o atleta pode ou não estar filiado, e tem diversas possibilidades para correr como categorias de Duplas, Peso Pesado para quem tem mais de 95 kg, Segurança Pública, Gravel ou Cyclocross, PNE e outras. Além disso, a categoria Turismo que foi criada especialmente para quem quer fazer um Passeio Ciclístico e sentir a energia da CIMTB Michelin.

Outra novidade é a categoria E-bike que passa a contar pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI). A categoria passa a ser oficial e se subdivide em E-bike PRO e E-bike MASTER para os homens e E-bike PRO para as mulheres nas quatro etapas de 2020. No caso da E-bike PRO, os atletas somam pontos para o ranking mundial da UCI e é obrigatório estar filiado em qualquer categoria no ciclismo e ter acima de 19 anos. A largada dessa categoria acontece no sábado (7) às 8h.

São diversas novidades que fazem 2020 ser um ano histórico para a CIMTB Michelin. “Este ano o evento vem com um novo formato e inclusão é a palavra-chave deste trabalho. Queremos atletas que amam a bike pedalando, para isso a Maratona e categorias como a Turismo, abrange e democratiza a competição. E para nossa felicidade teremos pela primeira vez hand bikes competindo na CIMTB”, disse o organizador da prova, Rogério Bernardes. “Também buscamos trazer o público para dentro do evento, vamos ter diversas atrações desde música ao vivo, praça de alimentação com food trucks e cervejaria para que o público possa ter uma experiência incrível”, finalizou.

Michelin

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los tonar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega 114.100 pessoas em todo o mundo e dispõe de 70 centros de produção implantados em 17 países diferentes que fabricaram 190 milhões de pneus em 2017.

Sense Bike

Parte da Lagoa Participações, a Sense Bike foi criada em 2009, com o sonho de construir uma marca de bicicletas feita por apaixonados para apaixonados, com padrão internacional, foco em desenvolvimento e indústria de ponta. Com o objetivo inicial de atender às demandas voltadas para a mobilidade urbana, tornou-se referência no mercado no desenvolvimento de bicicletas elétricas. Em 2014, foi inaugurada a fábrica em Manaus, que possibilitou o início da produção de quadros, bem como a montagem de bicicletas elétricas e convencionais (mountain bike, urbana e road), com o que existe de mais inovador em tecnologia. Em abril de 2018, a Sense Bike comprou a Swift Carbon Global, importante fabricante mundial de bikes em fibra de carbono, com operação industrial na cidade do Porto (Portugal). A marca também é patrocinadora de uma das equipes mais importantes do MTB nacional – a Sense Factory Racing, que já conquistou grandes títulos em competições nacionais e internacionais.

CIMTB Michelin 2020

A CIMTB Michelin conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais.

Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 25ª Edição em 2020. O evento tem patrocínio da Michelin, o pneu oficial da competição, e Co-Patrocinio da Sense Bike. Use a hashtag #CIMTBMICHELIN e concorra a prêmios.

CLIQUE AQUI PARA MAIS SOBRE MOUNTAIN BIKE

CLIQUE AQUI PARA MAIS SOBRE ESPORTE ESPECIALIZADO

CLIQUE AQUI PARA A PÁGINA DE COMENTÁRIOS

Ou utilize o formulário de contato abaixo:

Deixe o seu comentário


× 2 = quatro

z'

Nossos Parceiros

  • 150 – MARCIO BUFFET (MRM)

(34) 99954-4857

  • 110 – Radio Web Araxa
  • 111 – ANUNCIE AQUI
  • 112 – EXPRESS DELIVERY
  • 113 – HQ BRASIL
  • 114 – ANUNCIE AQUI
  • 115 – radio jovem
  • 116 – AEF
  • 117 – Oficina da Imagem
  • 118 – ANUNCIE AQUI
  • 119 – Patrocinense nos Esportes
  • 120 – GD Eletricistas
  • 121 – ANUNCIE AQUI
  • 122 – ANUNCIE AQUI
  • 123 – WLD
  • 124 – Molas Andrade

Estástiscas

  • 2Visitantes online:
  • 20/02/2009Início da contagem:

Parceiros

  • 152 – Twitter do Futebol Araxá