O maior portal esportivo de Araxá e região!!!
Friday February 26th 2021

Brasileiros têm chance de aumentarem vaga Olímpica com etapa da CIMTB Michelin em Araxá

Campeões da etapa de Araxá somam 160 no ranking UCI. Prova acontece entre 5 e 8 de março.

Tokyo 2020 está logo ali. Os Jogos Olímpicos iniciam no dia 24 de julho e terminam no dia 9 de agosto. A prova de mountain bike acontece nos dias 27 e 28 de julho. Na etapa de Araxá da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) atletas da Super Elite Feminina e Masculina têm a chance de somarem pontos importantes. Sendo uma prova classificada como Stage Race Hors Class (SHC) o campeão leva 160 pontos, para o vice são 140, o terceiro colocado soma 130, levando pontos até o 40º colocado da prova. Araxá acontece entre os dias 5 e 8 de marco e as inscrições se encerram nesta segunda-feira, 02.

O número de vagas olímpicas está diretamente ligado com o ranking das nações. Soma pontos para este ranking os três melhores atletas de cada país no ranking da UCI. Serão 38 vagas para cada gênero, sendo que uma já está reservada para um atleta do país sede. Outras três vagas estão reservadas para os vencedores dos campeonatos continentais, Africano, Pan-Americano e Asiático. Quatro vagas estão reservadas para os campeões do Mundial de Monte Sainte-Anne, sendo duas para atletas da Elite e duas para campeões da Sub-23. O ranking fecha no dia 28 de maio de 2020. A contagem começou no mesmo dia de 2018.

Pelo ranking das nações, conquistam três vagas os países que estiverem na primeira e segunda colocações. Duas vagas, nações que comporem o ranking entre o terceiro e o sétimo lugar e uma vaga do oitavo ao 21º.

Atualmente, na Elite Masculina, os três primeiros ranqueados brasileiros são: Henrique Avancini que está na 2º colocação, Guilherme Muller atualmente na posição 44 e Luiz Henrique Cocuzzi que compõe a 50º colocação. O Brasil atualmente está em 4º lugar no ranking das nações para a Super Elite Masculina e poderia ter duas vagas para os homens.

Na Elite Feminina, Jaqueline Mourão, Letícia Cândido e Raíza Goulão somam pontos para o ranking das nações. Jaqueline compõe na 42º colocação, Letícia a 50º e Raíza a 60º. Atualmente, o Brasil está na 16º colocação no ranking das nações feminino. Com isso, poderia levar uma atleta.

Com a pontuação de Araxá, os atletas brasileiros podem levar o Brasil a subir no ranking das nações, lembrando que somam pontos para a UCI até o 40º colocado na etapa, por outro lado, soma para o ranking das nações os três melhores colocados do país no ranking da UCI.

“É uma grande responsabilidade para nós termos a CIMTB Michelin dando tantos pontos e ser a única prova do continente Americano SHC. Por causa desta importância vários países já confirmaram presença mas esperamos que os brasileiros aproveitem ao máximo a oportunidade de competir em Araxá. O que não vai faltar é emoção nas disputas”, diz o organizador da prova, Rogério Bernardes. “Ver o Brasil entre os 5 melhores países do mundo e nossos atletas tão bem colocados é espetacular”, completou.

Inscrições para a etapa de Araxá se encerram nesta segunda, 2

Faltam menos de 24 horas para o fim das inscrições que terminam nesta segunda-feira, 2 de março. Temporada estreia com Maratona em todas as etapas

Faltam menos de 24 horas para o fim das inscrições da etapa que abre a temporada da CIMTB Michelin. O evento acontece em Araxá entre os dias 5 e 8 de março e tem provas de Cross Country Olímpico (XCO) e Maratona. São mais de 40 categorias para todos os tipos de atletas. Competidores que queiram correr apenas o XCO pedalam a CIMTB Michelin e devem estar filiados, atletas que participam da Maratona não precisam de filiação e correm a Copa Sense CIMTB de Maratona. A categoria Ultra faz parte da Copa Sense CIMTB de Maratona e é a única em que o atleta pode correr a Maratona no sábado (7) e XCO no domingo (8) somando o tempo dos dois dias para ter o resultado geral da categoria.

Esta é a primeira vez que a CIMTB Michelin oferece Maratona em todas as etapas da temporada. Na modalidade, a categoria Turismo busca levar os ciclistas e amantes do esporte para pedalarem sem competir. Todos os atletas que completarem a prova levam a medalha de participação. O organizador da prova, Rogério Bernardes, explica que essa categoria é um passeio. “É como um passeio ciclístico só que a grande diferença é que os ciclistas estarão inseridos no mesmo ambiente do mountain bike profissional e usufruindo de toda estrutura da competição com água para hidratação no trajeto, cobertura médica, feira, lava bike, duchas, lounge com food trucks e muitas outros diferenciais”, explicou.

A Night Run Jovem Pan também é outra atração. O percurso de XCO se transforma em uma pista de corrida a pé durante a noite de sábado e os atletas percorrem o em torno do Tauá Grande Hotel durante a noite. A largada é às 19h. Enquanto isso o lounge Sense / Michelin oferecerá música boa e muita diversão até 21h30.

Para a Super Elite a prova terá, além da Maratona, Time Trail (XCT), Short Track e XCO. Desta vez, a competição começa com o XCT na quinta-feira (5), seguida do Short Track na sexta, a Maratona no Sábado e a prova mais esperada, o XCO às 14h15 de domingo.

“O evento esse ano vem com um formato totalmente diferente. Queremos que seja democrático, para todo o público, desde atletas profissionais até atletas amadores. Amantes de XCO e de Maratona. Tudo isso em uma única etapa da CIMTB Michelin. É uma oportunidade de abrir espaço para todos e uma forma super inclusiva”, comentou Rogério Bernardes.

Prova da E-bike da CIMTB Michelin passa a contar pontos para a UCI em 2020

Bikes vão passar por teste mecânico antes e depois da largada. Prova acontece no sábado (7)


A categoria E-bike (Mountain Bikes Elétricas) está na CIMTB Michelin desde 2016, mas este ano será especial. A categoria passa a ser oficial e se subdivide em E-bike PRO e E-bike MASTER para os homens e E-bike PRO para as mulheres nas quatro etapas de 2020. No caso da E-bike PRO, os atletas somam pontos para o ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI) e é obrigatório estar filiado em qualquer categoria no ciclismo e ter acima de 19 anos. A largada dessa categoria acontece no sábado (7) às 8h. O evento acontece entre os dias 5 e 8 de março e está com as inscrições abertas.

Com a oficialização da categoria, a CIMTB Michelin passa a seguir as regras internacionais, dentre elas, a conferência dos motores das bikes antes e depois das provas garantindo que os motores estejam programados para funcionarem dentro das regras internacionais da competição.

As E-bikes trabalham através do pedal assistido, ou seja, a medida que o atleta pedala o motor elétrico é acionado. Os motores têm no máximo 250 watts e a assistência ao motor não pode ultrapassar 25 km/h. O teste será feito antes da largada de sábado. Os atletas devem levar asbikes entre 7h e 7h15 no bolsão de largada com carga total da bateria para conferência no software do motor pela Escola Park Tool e técnicos da Specialized.

Após a aferição, as bikes ficarão guardadas com a organização e estarão disponíveis para retirada 15 minutos antes da largada. Mesmo após a retirada, é necessário que a bike se mantenha no bolsão de largada. “Para nós é mais uma grande responsabilidade assumida e vamos trabalhar para cumprir nosso legado no desenvolvimento do mountain bike, agora com as bikes elétricas. E tenho certeza que as e-bikes não são apenas uma tendência, elas vieram para ficar e vieram com força total, com as baterias carregadas”, comentou o organizador do evento, Rogério Bernardes.

Após a prova, as bikes deverão fazer o teste novamente. “Logo após a bandeirada, as bikes passam pelo teste. Neste teste será feita a análise do comportamento do motor durante a prova e nos gráficos é possível ver se o limite de 25 km/h e se outras variáveis de potência proibidas foram executados. É praticamente impossível um doping mecânico, trabalhando com alguns dos especialistas mais experientes do mercado”, finalizou Rogério Bernardes.

Atletas podem correr XCO e Maratona em Araxá

Competidor pode pedalar a Maratona no Sábado e XCO e no Domingo mas existem restrições. Inscrições estão abertas.

A temporada 2020 abre em Araxá com a novidade que faz história na CIMTB Michelin, a Maratona em todas as etapas. Além do Cross Country Olímpico (XCO), a CIMTB Michelin terá Maratona em todas as etapas e isso dá a oportunidade do atleta correr as duas modalidades nos dois dias de prova. A etapa de Araxá está com inscrições abertas e acontece entre os dias 5 e 8 de março, começando com as provas da Super Elite Feminina e Masculina nos dias 5 e 6. As provas de Maratona e XCO tanto para a Super Elite quanto para as demais categorias acontecem durante o fim de semana, sábado e domingo, respectivamente.

Inscreva-se para as 4 etapas

Boleto

Cartão

Inscreva-se para Araxá

Boleto

Cartão

Para o atleta pedalar os dois dias, ele pode se inscrever na categoria Ultra (Fem/Mas). Nesta categoria, o competidor corre a Copa CIMTB Sense Maratona no sábado (7) e também o XCO no domingo (8). A somatória de tempo das duas provas decide o campeão. Outra forma de pedalar o XCO e o XCM é se inscrevendo para qualquer categoria da CIMTB Michelin e alguma Dupla ou categorias especiais da Maratona. Não é permitido o atleta correr na CIMTB Michelin e nas categorias individuais da Copa CIMTB Sense Maratona como a Expert, Cadete, Master e Veterano e Open Feminina.

“Essa ação tem como objetivo deixar a competição mais justa, ou seja, nas categorias que tem iniciantes balancear a competição e evitar que atletas mais fortes peguem pódio nas duas provas em categorias individuais. Em compensação, os atletas que se inscreverem no XCO da CIMTB Michelin podem competir nas categorias especiais como Duplas, Gravel, Peso Pesado, Segurança publica e na Turismo. Já quem quiser competir os dois dias sem ser filiado pode correr na Ultra. Tem categoria para todos os ciclistas a partir de 1 ano de idade”, afirmou o organizador do evento Rogério Bernardes.

+Fotos Araxá 2019 por Fábio Piva AQUI

+Fotos Araxá 2019 por Alemão Silva AQUI

Para pedalar a Copa CIMTB Sense Maratona que larga no sábado (7), o atleta pode se inscrever em uma das categorias seguintes: Expert, Cadete, Master, Veterano, OPEN Feminina e ainda Gravel/Cyclocross, Peso Pesado (atletas acima de 95kg), PNE, Segurança Pública, Ultra (2 dias de prova com tempo acumulado) e Duplas: Pró, Dupla Mista / Feminina, Dupla Sub60, Dupla Sub80, Dupla Over 81, Turismo e Mirim. Apenas as categorias Gravel, Ultra e Dupla Pró pedalam 66 km, as demais categorias são 44 km. Com exceção da categoria Turismo que são 20 km em um trajeto tranquilo e a Mirim que tem um circuito especial.

Depois de pedalar no sábado, o atleta pode recuperar para largar o XCO no Domingo (7). Competidores da Ultra, Sub15, Sub65 e Over65 e Femininas: Sub30, Sub40, Sub50, Over50, Sub17 e Sub15, além de atletas da Júnior Feminina e Masculina, Sub30, Sub35 e Sub40 pedalam o tradicional circuito de XCO em torno do Tauá Grande Hotel no domingo (7). O número de voltas depende de cada categoria.

Na CIMTB Michelin só correm atletas filiados, exceto nas categorias Sub15 e Sub17 masculina e feminina. Já na Copa CIMTB Sense Maratona podem correr atletas filiados e não filiados.

Acesse a programação AQUI.

Confira o quadro de categorias Copa CIMTB Sense de Maratona:

Confira o quadro de categorias CIMTB Michelin:

Michelin

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los tonar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega 114.100 pessoas em todo o mundo e dispõe de 70 centros de produção implantados em 17 países diferentes que fabricaram 190 milhões de pneus em 2017.

Sense Bike

Parte da Lagoa Participações, a Sense Bike foi criada em 2009, com o sonho de construir uma marca de bicicletas feita por apaixonados para apaixonados, com padrão internacional, foco em desenvolvimento e indústria de ponta. Com o objetivo inicial de atender às demandas voltadas para a mobilidade urbana, tornou-se referência no mercado no desenvolvimento de bicicletas elétricas. Em 2014, foi inaugurada a fábrica em Manaus, que possibilitou o início da produção de quadros, bem como a montagem de bicicletas elétricas e convencionais (mountain bike, urbana e road), com o que existe de mais inovador em tecnologia. Em abril de 2018, a Sense Bike comprou a Swift Carbon Global, importante fabricante mundial de bikes em fibra de carbono, com operação industrial na cidade do Porto (Portugal). A marca também é patrocinadora de uma das equipes mais importantes do MTB nacional – a Sense Factory Racing, que já conquistou grandes títulos em competições nacionais e internacionais.

CIMTB Michelin 2020

A CIMTB Michelin conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais.

Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 25ª Edição em 2020. O evento tem patrocínio da Michelin, o pneu oficial da competição, e Co-Patrocinio da Sense Bike. Use a hashtag #CIMTBMICHELIN e concorra a prêmios.

CLIQUE AQUI PARA MAIS SOBRE MOUNTAIN BIKE

CLIQUE AQUI PARA MAIS SOBRE ESPORTE ESPECIALIZADO

CLIQUE AQUI PARA A PÁGINA DE COMENTÁRIOS

Ou utilize o formulário de contato abaixo:

Deixe o seu comentário


4 × oito =

z'

Nossos Parceiros

  • 150 – MARCIO BUFFET (MRM)

(34) 99954-4857

  • 110 – Radio Web Araxa
  • 111 – ANUNCIE AQUI
  • 112 – EXPRESS DELIVERY
  • 113 – HQ BRASIL
  • 114 – ANUNCIE AQUI
  • 115 – radio jovem
  • 116 – AEF
  • 117 – Oficina da Imagem
  • 118 – ANUNCIE AQUI
  • 119 – Patrocinense nos Esportes
  • 120 – GD Eletricistas
  • 121 – ANUNCIE AQUI
  • 122 – ANUNCIE AQUI
  • 123 – WLD
  • 124 – Molas Andrade

Estástiscas

  • 2Visitantes online:
  • 20/02/2009Início da contagem:

Parceiros

  • 152 – Twitter do Futebol Araxá